Quando Deus cruza os Braços

Deus lhe tem preparado coisas que você hoje não consegue perceber. Pode ser que você já atingiu seus limites, já foi o quão longe podia, mas Deus vai abrir portas diante de você que nunca imaginou que pudessem ser abertas.

Você pode não ter o melhor treinamento, nem é o próximo na fila, mas de alguma forma você será escolhido para ser promovido.

Deus tem para você um favor o qual não esperava. Você vai experimentar coisas que você não merece. Essa é a graça de Deus sobre a sua vida.

Em Gênesis 48:1-19 lemos sobre a bênção de Jacó sobre seus filhos.

Passadas estas coisas, disseram a José: Teu pai está enfermo. Então, José tomou consigo a seus dois filhos, manasses e Efraim. E avisaram a Jacó: Eis que José, teu filho, vem ter contigo. Esforçou-se Israel e se assentou no leito. Disse Jacó a José: O Deus Todo-Poderoso me apareceu em Luz, na terra de Canaã, e me abençoou, e me disse: Eis que te farei fecundo, e te multiplicarei, e te tornarei multidão de povos, e à tua descendência darei esta terra em possessão perpétua.

Agora, pois, os teus dois filhos, que te nasceram na terra do Egito, antes que eu viesse a ti no Egito, são meus; Efraim e Manasses serão meus, como Ruben e Simeão. Mas a tua descendência, que gerarás depois deles, será tua; segundo o nome de um de seus irmãos serão chamados na sua herança. Vindo, pois, eu de Padã, me morreu, com pesar meu, Raquel na terra de Canaã, no caminho, havendo ainda pequena distância para chegar a Efrata; sepultei-a ali no caminho de Efrata, que é Belém.

Tendo Israel visto os filhos de José, disse: Quem são estes? Respondeu José a seu pai: São meus filhos, que Deus me deu aqui. Faze-os chegar a mim, disse ele, para que eu os abençoe. Os olhos de Israel já se tinham escurecido por causa da velhice, de modo que não podia ver bem. José, pois, fê-los chegar a ele; e ele os beijou e os abraçou.

Então, disse Israel a José: Eu não cuidara ver o teu rosto; e eis que Deus me fez ver os teus filhos também. E José, tirando-os dentre os joelhos de seu pai, inclinou-se à terra diante da sua face. Depois, tomou José a ambos, a Efraim na sua mão direita, à esquerda de Israel, e a Manasses na sua esquerda, à direita de Israel, e fê-los chegar a ele.

Mas Israel estendeu a mão direita e a pôs sobre a cabeça de Efraim, que era o mais novo, e a sua esquerda sobre a cabeça de manasses, cruzando assim as mãos, não obstante ser manasses o primogênito. E abençoou a José, dizendo: O Deus em cuja presença andaram meus pais Abraão e Isaque, o Deus que me sustentou durante a minha vida até este dia, o Anjo que me tem livrado de todo mal, abençoe estes rapazes; seja neles chamado o meu nome e o nome de meus pais Abraão e Isaque; e cresçam em multidão no meio da terra.

Vendo José que seu pai pusera a mão direita sobre a cabeça de Efraim, foi-lhe isto desagradável, e tomou a mão de seu pai para mudar da cabeça de Efraim para a cabeça de manasses. E disse José a seu pai: Não assim, meu pai, pois o primogênito é este; põe a mão direita sobre a cabeça dele. Mas seu pai o recusou e disse: Eu sei, meu filho, eu o sei; ele também será um povo, também ele será grande; contudo, o seu irmão menor será maior do que ele, e a sua descendência será uma multidão de nações.

Deus vai surpreendê-lo

Jacó já era um idoso próximo de partir e José era o primeiro ministro do Egito.
José era o segundo filho mais moço e a bíblia diz que era o filho preferido de Jacó. Jacó tinha feito uma túnica colorida para José e era tão orgulhoso dele.

Mas por muitos anos Jacó pensou que José estava morto. Seus irmãos tinham dito a seu pai que José tinha sido atacado por animais selvagens. Jacó ficou devastado e viveu com toda essa dor por muito tempo. Em torno de 13 anos depois, Jacó ficou sabendo que José ainda estava vivo e numa posição de grande honra no Egito.

Depois disso José trouxe seu pai e sua família para o Egito, deu-lhes um lugar para viver e cuidou deles. Nesta época Jacó tinha 148 anos e estava perto de partir. José então veio para receber a bênção de seu pai. Ele trouxe seus dois filhos com ele, manasses e Efraim.

Quando Jacó viu os dois garotos perguntou quem eram eles. José responde que eram seus filhos e netos dele. Imagine a alegria que Jacó sentiu. A bíblia diz que ele nunca pensou que veria José novamente e agora estava vendo os netos.

Como Jacó talvez você tenha desistido de seus sonhos. Você pensa que já se passou tantos anos que até se conformou que nunca acontecerá. Nunca encontrará a pessoa certa para casar ou jamais terá seu próprio negócio. Deus não somente vai realizar o desejo do seu coração como fará algo ainda melhor do que você imaginou. O Senhor é especialista em exceder as nossas expectativas.

Seu passado não impede a bênção

Jacó chamou Manasses e Efraim e os beijou. Ele então surpreendeu-os dizendo: “José, eu estou adotando Manasses e Efraim como meus próprios filhos. Eles receberão a mesma herança que meus outros filhos”.

Agora, pois, os teus dois filhos, que te nasceram na terra do Egito, antes que eu viesse a ti no Egito, são meus; Efraim e Manasses serão meus, como Ruben e Simeão. Gn. 48:5

 O interessante é que a mãe desses meninos era egípcia e sua família não servia e nem conhecia a Jeová, mas com certeza eram idólatras. Isto é Deus nos mostrando o Seu caráter. Você pode pensar que está desqualificado para as bênçãos de Deus porque vem de uma família que não o adora. E você pode ter muitas razões pelas quais pensa que não merece isso, mas o apóstolo Paulo diz: “Deus nos adotou em sua própria família” (Efésios 1: 5 – nos predestinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade,).

Da mesma forma que Jacó fez com Manasses e Efraim, Deus cheio de misericórdia diz: “Apesar do seu passado, dos seus erros e do que sua família fez, vou adotá-lo como meus próprios filhos, minhas próprias filhas, vou derramar meu favor sobre você”.

 Muitos crentes pensam que vivem debaixo de uma maldição hereditária, mas hoje Deus está escolhendo você para começar uma geração abençoada, uma bênção hereditária. Você é aquele que afetará a sua descendência por causa da sua bênção.

A bênção virá antes do que você imagina

Perceba que Jacó não desqualificou os filhos de José por causa de quem era sua mãe, e como netos, eles deveriam ter tido que esperar uma geração inteira para receber o que Jacó estava dando.

Normalmente, a bênção viria primeiro para o pai deles, e então José passaria essa bênção e herança para eles antes de sua morte. Esses garotos estavam recebendo a herança que não mereciam neste momento. Não tinha nada a ver com o merecimento deles, era o favor imerecido de Deus.

Há coisas que tomariam anos de sua vida para serem conquistadas, anos para sair da dívida, anos para sair do vício, anos para assumir novos padrões de vida. Mas Deus fará por você o que fez por esses dois garotos, ele vai lançá-lo anos à frente, Deus vai encurtar os anos para você. Você verá as coisas acontecendo mais rápido do que você imagina.

Ensinamos a respeito de fidelidade, creia o milagre será rápido porque você tem honrado a Deus. Porque tem dito: “eu e a minha casa serviremos ao Senhor” as coisas serão aceleradas em sua vida. O que poderia tomar uma vida inteira acontecerá numa fração de tempo.

Os outros não entendem a bênção em sua vida

Quando os irmãos de José virão os filhos recebendo a mesma bênção que eles, certamente não entenderam. Aquilo não parecia justo, eram netos recebendo a bênção de filhos.

A verdade é que o favor não é justo porque é sempre imerecido. Quando o favor de Deus vem sobre a sua vida sempre haverá perseguição. Dirão que é apenas sorte, mas nós sabemos que é favor.

Você não tem de convencer as pessoas a gostarem de você. Há pessoas que simplesmente não aceitam o seu sucesso. Se eles deixam você é porque não são parte do seu destino. Não perca o seu tempo com pessoas que não celebram as vitórias do Senhor na sua vida. Não se desculpe pelo favor recebido. Você não escolheu, mas foi escolhido por Deus.

Mas Deus cruza os braços

Então Jacó chamou os filhos de José a seu lado para lhes dar sua bênção. No Antigo Testamento, a bênção do pai era muito significativa e respeitada. O que o pai falava sobre os filhos em seus últimos dias tinha grande peso e afetaria os filhos pelo resto de suas vidas. Como parte da tradição, o filho mais velho receberia uma porção dobrada como filho da mão direita.

A mão direita era colocada sobre o filho mais velho para que ele recebesse a porção dobrada.

José colocou seu primogênito, manasses, à direita de Jacó e Efraim à sua esquerda. No entanto, Jacó cruzou os braços e colocou a mão direita sobre o segundo filho, Efraim, e sua mão esquerda em Manasses, depois falou a bênção sobre eles. Quando José viu isso, ele disse: “Não, meu pai, Manasses é meu primogênito”. Mas Jacó respondeu: “Eu sei o que estou fazendo. Manasses será grande, mas Efraim será maior. Multidões de nações sairão dele.”

Essa história mostra que Deus nem sempre abençoa da maneira como esperamos. Efraim não era o próximo na linha, não era qualificado e não merecia isso, mas Deus ignorou toda a tradição e fez algo extraordinário.

Deus está mostrando como Ele pode levar aqueles que estão atrás, aqueles que não têm a posição, aqueles que se sentem deixados de fora, e então colocá-los na frente. Deus gosta de escolher pessoas que os outros pensam que não são qualificadas ou merecedoras.

Não acredite nas mentiras que detêm os outros. Você pode ter cometido muitos erros ou não ser tão talentoso, mas Deus ama mostrar sua graça a essas pessoas.

Deus está prestes a cruzar os braços e colocá-lo em uma posição que você não poderia ganhar, uma posição para a qual você não estava qualificado, e para o qual você não era o próximo na linha.

Você está prestes a entrar num favor inesperado, promoção inesperada e avanços inesperados! Você pode pensar que onde está agora é o lugar que sempre terá de ocupar, você já deu o máximo que podia.

Tudo isso pode ser verdade, mas há algo que muitos não sabem, Deus vai cruzar os braços e liberar o favor sobre a sua vida. Continue honrando a Deus e ele abrirá portas para você com as quais nunca sonhou.

Talvez você possa ter pensado esses dias:  “eu não tenho o treinamento, não tenho os talentos, o temperamento, as conexões e a confiança necessária”, mas Deus decidiu cruzar os braços e te favorecer.

Pr. Aluízio diz que no começo do ministério dele, os líderes disseram para ele: “você não tem o biotipo de um grande líder”. Ele diz que era verdade, mas Deus cruzou os braços e hoje ele tem a projeção que tem.

Quando eu era jovem me lembro que estávamos em uma reunião para decidir quem seria   enviado para abrir igrejas em um projeto de conquista da cidade, a equipe era de 7 casais, eu tinha me formado no seminário, cheio de expectativa, cheio de sonhos, todos foram enviados, só eu fiquei, todos eram jovens, tinha filhos pequenos, só eu fiquei, mas Deus cruzou os braços sobre mim, todos desistiram e quando eles saíram eu assumi no lugar de cada um deles, Deus cruzou os braços sobre mim.

Quando foi para assumir aqui a igreja de Jundiaí tinham outros irmãos, até mais “qualificados” do ponto de vista natural, um deles chegou a ligar para o pr. Gilberto e a espalhar para sua família que ele seria o pastor em Jundiaí, mas Deus cruzou os braços sobre mim, e creio que ele quer cruzar os braços sobre você também, ele quer derramar favor onde você não tem condições de receber, onde você nem é “qualificado” do ponto de vista natural.

Esaú era o preferido do seu pai, um bom filho, o primogênito, aquele que merecia ser abençoado, mas Deus cruzou os braços e abençoou a Jacó, o suplantador que enganou o próprio pai.

Os irmãos de Davi eram mais velhos, mais fortes e mais talentosos, mas Deus cruzou os braços e favoreceu o último, o menor. Quando Deus cruza os braços ele pega você do fundão e o coloca numa posição de liderança.

De um lugar de desprezo ele lhe dá uma influência que nunca imaginou. Gideão disse que sua tribo era a menor em Israel, sua família a menor de sua tribo e ele o menor na casa de seu pai. Mas o Senhor lhe disse: “vai nessa sua força!” O que parecia fraqueza para Gideão na verdade era força, porque Deus cruzou os braços.

Quando Deus cruza os braços ele dá a bênção para aquele que não merece e nem pode alcançá-la.

Você pode ter milhares de razões porque os seus sonhos não podem ser alcançados ou por que não tem como sair desse problema, mas o Senhor diz que está prestes a cruzar os braços.

Ele vai lhe mostrar um favor inesperado e imerecido. Você não era qualificado para isso, não era o próximo da fila, mas de forma inesperada Deus mostrou o seu favor cruzando os braços.