Deixe sua luz brilhar

Deixe sua luz brilhar

Então, disse o SENHOR a Moisés: Estende a mãopara o céu, e virão trevas sobre a terra do Egito, trevas que se possamapalpar. Estendeu, pois, Moisés a mão para o céu, e houve trevas espessas sobretoda a terra do Egito por três dias; não viram uns aos outros, e ninguém selevantou do seu lugar por três dias; porém todos os filhos de Israel tinham luznas suas habitações. (Êx10.21-23)

Esta é a descrição espiritua ldo mundo atual, ele está coberto de trevas. Mas Isaías 60.2 diz que, “ainda que as trevas cubram a terra, e a escuridão, os povos; sobre ti aparece resplendente o SENHOR, e a sua glória se vê sobre ti”.

As trevas são apenas uma boa ocasião para que a luz se manifeste. Se você tem uma linda vela, mas sai com ela ao sol do meio-dia, ela não cumpriu sua missão, a sua glória se vai. A lei era uma lâmpada, mas a Nova Aliança é como sol ao meio-dia. 

Aqueles que vivem na lei possuem uma lâmpada iluminando o seu caminho, mas nós fomos feitos luz do mundo e a glória do Senhor resplandece sobre nós.  Ninguém quer usar uma vela na presença do Sol. A graça de Deus chegou, a graça é Luz.

A palavra diz que havia trevas no Egito que podiam ser sentidas. Na verdade, eram trevas sobrenaturais, as mesmas que cobrem o mundo hoje. Durante três dias, ninguém se levantou do seu lugar, mas nas casas de todos os filhos de Israel havia luz. 

Hoje também há luz nas casas de todos os filhos de Deus. Eles estavam rodeados por trevas, vivendo numa sociedade em trevas, mas não se preocupavam em repreender as trevas, eles apenas viviam a vida da família em suas casas.

Naqueles dias, eles usavam lâmpadas – ou como nós chamamos,lamparinas com azeite. Os egípcios certamente acenderam suas lamparinas, mas mesmo assim as trevas permaneceram. 

Eles tinham mais combustível e mais lamparinas que os escravos israelitas, mas o povo de Deus tinha luz em suas casas. Irmãos precisamos entender que trevas espirituais não podem ser dissipadas com uma luz produzida por homens.

Eu declaro sobre a sua casa que tudo isso está escrito para nós em nosso tempo. A palavra de Deus para nós é que haverá luz em nossa habitação, no mundo há trevas, talvez no seu vizinho há trevas, mas a sua casa será cheia de luz. 

Há luz na sua casa

Irmãos é muito importante perceber que essa luz não era fruto do bom comportamento ou da fé exuberante que eles possuíam. É claro que havia alguns filhos de Israel cuja fé não era perfeita no Senhor. 

Em muitas casas, havia filhos que eram rebeldes, e em outras, havia esposas que não se submetiam aos maridos; em outras palavras, não eram famílias perfeitas, mas mesmo assim a luz estava sobre eles

As trevas sobre o mundo são tão densas que mesmo uma pequena luz faz uma grande diferença.

Não esconda a sua luz

Não somos exortados a ser luz, nós já somos, precisamos apenas deixar que a luz de Deus brilhe em nós. Nossa casa é uma fonte de luz, as pessoas gostam de estar ali porque algo de Deus as envolve.

Precisamos apenas cuidar para que a nossa luz não seja ocultada por coisa alguma. O Senhor Jesus mostrou que existem quatro situações em que a nossa luz pode ser escondida:

a. Aluz pode ser escondida debaixo do alqueire

Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder a cidade edificada sobre um monte;  nem se acende uma candeia para colocá-la debaixo do alqueire, mas no velador, e alumia a todos os que se encontram na casa. (Mt5.14-15) – Abrir

O alqueire era uma espécie de cesto usado para guardar grãos equivalente ao nosso cesto de palha de bambu ou Jaca. O alqueire, portanto, está relacionado à comida e ao sustento do dia a dia.

Esconder a luz debaixo do alqueire significa que estamos embriagados com as necessidades físicas e ansiosos quanto ao nosso sustento. Se guardarmos o nosso coração em paz, a luz será vista em nossa casa.

b. A luz pode ser escondida debaixo da cama

Também lhes disse: Vem, porventura, a candeia para ser posta debaixo do alqueire ou da cama? Não vem, antes, para ser colocada no velador? (Mc4.21)

Naturalmente, a cama nos fala de ociosidade e preguiça. Quando nossavida fica envolvida com a preguiça, não podemos resplandecer a luz de maneira apropriada. 

Mas o que poucas pessoas sabem é que a preguiça normalmente está associada à tristeza e à melancolia. Quando, porém, a alegria do Senhor enche a nossa casa, somos tomados de uma energia contagiante. Não há preguiça onde há alegria, não há melancolia, tristeza onde há alegria.

c.  A luz pode ser escondida debaixo do vaso

Ninguém, depois de acender uma candeia, a cobre com um vaso ou a põe debaixo de uma cama; pelo contrário, coloca-a sobre um velador, a fim de que os que entram vejam a luz. (Lc 8.16)

O vaso nos fala das vaidades e cuidados da vida. Muitas vezes, estamos mais preocupados com a aparência exterior em detrimento do coração. 

Existem casas que são bonitas, mas a nossa casa está cheia de paz. Há casas que parecem cenários cuidadosamente arrumados, mas a nossa casa tem uma luz que não pode ser escondida.

d.  A luz pode ser escondida num lugar escondido

Ninguém, depois de acender uma candeia, a põe em lugar escondido, nem debaixo do alqueire, mas no velador, a fim de que os que entram vejam a luz. (Lc 11.33)

O lugar escondido nos fala do medo e da timidez para testemunhar do Senhor. Nos escondemos e nos ocultamos com medo da rejeição e da perseguição. 

Mas o Senhor,sendo gracioso, diz que a luz vai brilhar para os que entram na casa. Apenas viva a vida da família e convide outros para a sua casa para serem abençoados pela atmosfera de paz presente ali.

Os níveis de testemunho

A maneira como a nossa luz brilha diante dos homens é por meio do nosso testemunho. O nosso testemunho não é aquilo que fazemos para sermos vistos, não é algo premeditado e artificial. 

Nada disso! O verdadeiro testemunho é espontâneo e procede de um coração sincero. Explicar a origem da palavra sinceridade. Não se trata de fazer algo para que os outros vejam, mas simplesmente deixar fluir a nossa verdadeira natureza.

a. O bom comportamento

O nível mais simples e elementar de testemunharmos é deixar a nossa luz brilhar é por meio de um comportamento santo e correto no meio dos ímpios

Quando digo que esse é o nível mais básico, não é porque ele não seja importante, mas porque descrentes também podem ter um bom comportamento.

Irmãos precisamos entender que um bom comportamento honra o nome do Senhor, e isso é importante. Pode ser que apenas observar o nosso bom comportamento não leve um descrente a querer conhecer o Senhor, entretanto, um mal comportamento leva as pessoas a se fecharem para o evangelho.

Mulheres, sede vós, igualmente, submissas a vosso próprio marido, para que, se ele ainda não obedece à palavra, seja ganho, sem palavra alguma, por meio do procedimento de sua esposa, ao observar o vosso honesto comportamento cheio de temor. (1Pe 3.1-2) Ler Strong da palavra procedimento.  

Nunca devemos menosprezar a importância de uma vida santa e correta como testemunho da nossa fé, mas há níveis mais elevados de testemunho.

b. As boas obras

O segundo nível é o testemunho das nossas boas obras. Isso é bem mais que um bom comportamento, é uma expressão de amor. As boas obras são um nível mais elevado de deixar a nossa luz brilhar. O Senhor disse que, quando virem as nossas boas obras, as pessoas vão glorificar a Deus (Mt 5.16).

Mantendo exemplar o vosso procedimento no meio dos gentios, para que, naquilo que falam contra vós outros como de malfeitores, observando-vos em vossas boas obras, glorifiquem a Deus no dia da visitação. (1Pe 2.12)

O qual a si mesmo se deu por nós, a fim de remir-nos de toda iniqüidade e purificar, para si mesmo, um povo exclusivamente seu, zeloso de boas obras. (Tt 2.14)

Nós não fomos salvos pelas obras, mas fomos salvos para as boas obras (Ef 2.10)

As boas obras nos fazem como uma cidade edificada sobre os montes. Não dá para escondê-la (Mt5.14).

Boas obras no original, assim como no português é composto por duas palavras, “Kalos”e “Ergon”, Kalos é algo bonito, Gracioso, excelente, e ergon é negocio, serviço, aquilo com o que estamos ocupados, portanto boas obras não tem nada a ver com você distribuir sopa na rua de madrugada, mas tem a ver com o que você se propor a fazer, fazer com Excelência. 

Sevocê vai para a célula, vá com excelência, se você vai trabalhar na sua empresa, vá com excelência, se você vai servir ao seu marido, a sua esposa, vá com excelência, faça tudo com excelência e as pessoas verão as boas obras em sua vida.  

c. A bênção e o favor de Deus

Entretanto, ainda existe um nívelmais elevado de testemunho: quando as pessoas veem que estamos debaixo da bênção e do favor de Deus. É poderoso quando seu colega de trabalho reconhece que, mesmo tendo um salário igual ao seu, você é muito mais próspero que ele.

A bênção de Deus é o resultado do seu favor. Estar debaixo do favor de Deus significa que as coisas fluem facilmente para nós. As pessoas atécomentam que para nós tudo parece mais fácil. 

Nem trabalhamos tanto, mas os resultados são enormes. Apesar de nem sermos tão capacitados, ainda assim os frutos são visíveis.

Nada é mais importante que estar debaixo do favor. A vida normal de um crente é uma vida abençoada debaixo do favor, e a obra normal de um cristão é uma obra abençoada. 

Se a nossa experiência contradiz isso, devemos ir ao Senhor para recebermos luz. Acredite, é muito ruim quando temos um bom comportamento e até fazemos alguma boa obra, mas as pessoas não veem a bênção de Deus em nossa vida.

É claro que estar debaixo do favor não significa que não teremos lutas e problemas. Mas até mesmo nessas circunstâncias as pessoas vão perceber o favor de Deus. 

Alguns passam por lutas debaixo do favor, então essas lutas são apenas degraus que sobem para receber mais de Deus.

As Escrituras dizem que José estava debaixo do favor de Deus e mesmo assim passou por adversidades. Mas cada provação foi como um degrau a mais onde ele pôde desfrutar de maior favor ainda (Gn 39).

Se o Senhor é conosco, seremos prósperos como é próspera a nossa alma. José passou por muitas provas, mas o grande sinal era que Deus estava com ele no meio de todas elas.

O SENHOR era com José, que veio a ser homem próspero; e estava na casa de seu senhor egípcio. Vendo Potifar que o SENHOR era com ele e que tudo o que ele fazia o SENHOR prosperava em suas mãos, logrou José mercê perante ele, a quem servia; e ele o pôs por mordomo de sua casa e lhe passou às mãos tudo o que tinha. (Gn 39.2)

Quem viu que o Senhor era com José foi o próprio Potifar. Quando o ímpio reconhece que o Senhor é com você, então você tem dado o testemunho do favor. 

Estar debaixo da bênção e do favor é a coisa mais importante na vida de uma pessoa. O favor é que nos faz prosperar, ter uma família abençoada e uma vida saudável.

Nós somos como povo de Israel no Egito. O juízo de Deus estava sobre o Egito, mas nas casas dos filhos de Israel havia luz. As trevas vão cobrindo o mundo, mas sobre nós está a luz da glória do Senhor.

Perguntas para compartilhar:

  • A sua luz está escondida? Em que lugar?

De que maneira a sua luz tem brilhado diante dos homens?